segunda-feira, 24 de setembro de 2012

CRIMES: doloso, culposo e preterdoloso

Olá, muuuuuito se fala na imprensa nos últimos tempos sobre a natureza do crime quanto a vontade do agente, ou seja se o crime foi doloso, culposo ou preterdoloso, mas você sabe o quê é isso??
De início importante dizer que agente é mesmo que autor do crime, ou seja, aquele que pratica a conduta descrita como crime pela lei.
Vamos lá, quando no julgamento do mensalão os ministros dizem que os acusados agiram dolosamente, quer dizer que eles tiveram a intenção, a vontade de cometer determinado crime, por exemplo o agente quis matar alguém, ou seja, ele cometeu crime de homicídio doloso!
Quanto ao crime culposo, este é quando o agente deu causa ao resultado, seja por imprudência, negligência ou imperícia (art. 18 CP), por exemplo, se alguém que não sabia dirigir pega um carro e mata alguém atropelado, este cometeu homicídio culposo, por imperícia.
Já o crime preterdoloso é aquele em que o agente tem vontade de cometer um crime menos grave, mas o resultado é pior que o desejado pelo agente, por exemplo, lesão corporal seguida de morte, o agente queria lesionar, machucar, a vítima (dolo), mas bate tanto nela que acaba matando-a (culpa).
Abraços!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário